Triângulo Mineiro / Entretenimento

Uberlândia Esporte treina para buscar vitória contra o Araxá

Partida será no próximo sábado (25)

Do R7 Triângulo

A semana não tem sido fácil para o Uberlândia Esporte Clube (UEC), após a incrível derrota diante o Tricordiano, quando perdeu o jogo por 5 a 4, depois de abrir 4 a 0 no placar,  o Verdão começou a semana de cabeça inchada.

Na segunda-feira (20), no Centro de Treinamento do Ninho do Periquito, o técnico Paulo César Catanoce e os jogadores Rafael Almeida e Marcelo Régis, ambos expulsões em Três Corações, tetaram encontrar explicações para a virada histórica.

Para Catanoce, os jogadores expulsos foram existenciais para resultado, no entanto, evitou eleger o árbitro do confronto, Ronei Cândido Alves, como o maior culpado pela derrota, Tão pouco crucificou os atletas que levaram os cartões vermelhos. Para o técnico, o time tem que se concentrar no que mostrou nos 70 minutos iniciais do embate.

Para Rafael Almeida, os cartões foram bobos. Já para Marcelo Régis, o homem do apito foi rigoroso demais.
Não bastasse o clima pesado no CT, no dia seguinte, alguns torcedores protestaram e questionaram  o desempenho da equipe na reta final do Campeonato Mineiro do Módulo II. Segundo as informações da Polícia Militar, o protesto foi feito de forma pacífica.

E foi no meio de explicações e protestos que a equipe fez um coletivo, nesta quarta-feira (22). Além dos expulsos na última partida, para o jogo contra o Araxá, no próximo sábado (25), o técnico não vai poder contar com Léo Paraíba, que está fora da partida por conta do acúmulo de cartões.
Contra o Ganso, o alviverde provavelmente terá a volta de Andrezão na zaga, no lugar de Rafael Almeida, Fábio Pereira, na vaga de Léo Paraíba, e Jackson Five substituirá Marcelo Régis.

Esta formação mostra que o garoto Fábio ganhou a confiança do treinador. O meia, que não vinha sendo aproveitado no campeonato, entrou no último jogo contra o Tricordiano, quando o placar estava 4 a 1 e não teve, absolutamente, nenhuma responsabilidade no vexame contra o time de Três Corações.

.Porém, sabe-se que o jogador não tem ritmo de jogo, por praticamente não ter atuado nesta temporada, e, por isso, a entrada dele foi tão questionada pela imprensa. E, como o time ficou com dois jogadores a menos logo após ele ter entrado em campo, o jogador, que teoricamente ajudaria na armação, teve que se desdobrar na defesa, cuja a função não desempenhou bem. E desta forma, ficou perdido em campo.

 

  • espalhe por ai


publicidade




Slider 02
publicidade